5 lições da vitória da Ocupação Vila Soma!

Por Vitor Hugo Tonin

A discreta cidade de Sumaré viveu um clima de intensa angústia e apreensão durante esta última semana. Uma tragédia de proporções inimagináveis era esperada para domingo (17), mas transformou-se numa vitória que estabeleceu novos precedentes na luta por moradia no Brasil. Isso porque a suspensão provisória da reintegração de posse foi emitida pela mais alta corte do país com uma interpretação extremamente progressista. (Veja aqui e aqui).

Movidos pela necessidade de compreender por que perdemos e onde erramos. Preocupamo-nos em realizar a análise mais objetiva e totalizante quando somos derrotados. Mas essas análises, quando corretas, nos apresentam apenas o que não devemos mais fazer. No limite, estabelece novas hipóteses, novas apostas políticas que devem ser levadas a cabo para o definitivo critério da verdade: a prática. Mas as análises das vitórias nos dizem muito mais! Dizem o que está certo. Indicam onde aprofundar o trabalho e em que estilo.

  • Não tem atalho! É necessário deixar a preguiça de lado, colocar as teorias bem formuladas a aparentemente precisas no seu devido lugar e juntar-se ao povo num trabalho de base persistente, disciplinado e elaborado, como já bem formulou Fernando Nogueira neste blog (aqui!).
  • Na resistência, ampla unidade! Cada organização precisa ter humildade para assumir sua real posição política na atual conjuntura. Isolar uma luta, não procurar apoios, porque vem deste ou daquele governo, deste ou daquele partido, enfraquece a chance de vitória. De outro lado, negar o apoio a tal luta porque não é a minha organização que está na direção, porque não está sob a batuta de meu movimento é demonstração clara de mesquinhez e de corrosão da prática política. Arriscar a vitória por isso é não compreender sua capacidade irradiadora e mobilizadora.
  • A correlação de forças na luta urbana se altera! Há uma diminuição na velocidade de expansão do capital imobiliário. Há quem diga que existe uma depressão e até uma crise neste setor (aqui). Isso diminui a pressão do capital sobre a propriedade privada da terra urbana e eleva a possibilidade da vitória das ocupações. Por outro lado, a elevação da superexploração, do desemprego, da carestia tendem a elevar o perfil da resistência das famílias na luta pelo direito à moradia.
  • Explorar (e expor) os limites da democracia restringida brasileira! A democracia brasileira é a forma de dominação construída pela velha classe dominante. Mas é um terreno mais adequado que outros que se apresentam como possibilidades concretas na atual conjuntura, devido as brechas para o aprofundamento da luta de classes. Ainda há muito espaço para acumular forças no atual arranjo jurídico-político. Por isso, o impeachment, ainda que seja um cenário improvável, não contribui.
  • Inventamos ou estamos perdidos. Toda semana surgem novas ameaças de despejo. Eleva-se a pressão do aluguel, da inadequação habitacional, da corrosão da renda. É o velho problema nacional: o limite das possibilidades que o capitalismo dependente, seja sob a direção do PT ou do PSDB, oferece de aos/às trabalhadoras/es é estreito. Ou construímos um novo projeto desenvolvimento nacional que tenha por estratégia superar definitivamente o subdesenvolvimento ou seremos obrigados a continuar engolindo o menos pior.

As vitórias nos ensinam. Colocam novas tarefas e reafirma antigas ainda não terminadas. Sem etapas. Não se pode renunciar às potencialidades e exigências de um determinado tempo histórico.

Anúncios

Um comentário sobre “5 lições da vitória da Ocupação Vila Soma!

  1. sabrinafernandes 18/01/2016 / 22:31

    Na resistência, ampla unidade!
    Com certeza! Há bastante lucidez nessa afirmação, compa! Não podemos deixar que disputas de direção desorganizem o povo e afundem a luta.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s